O Prof. Dr. Hamilton Vale Leitão, Diretor Geral da FAL e também Diretor de Gestão Administrativa e Acadêmica do UNINTA da modalidade de Ensino a Distância (EAD), em parceria com o seu orientador de doutorado e pesquisas, Prof. Dr. Francisco Diniz, publicou recentemente o artigo “A importância da Gestão da Inovação e do Conhecimento”, no periódico da Revista de Empreendedorismo e Gestão de Micro e Pequenas Empresas (REGMPE).

O estudo proporciona um intercâmbio entre diferentes Universidades, pois a participação do Prof. Dr. Francisco Diniz promove a internacionalização de atividades de pesquisas entre as instituições envolvidas, no caso, FAL, UNINTA e Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD). O momento é muito oportuno, pois, o Prof. Dr. Francisco Diniz, é Membro da Comunidade Europeia para projetos aos países membros, isto é, ele avalia todos os projetos de viabilidade de financiamentos econômicos de países membros da comunidade europeia.

O objetivo do trabalho é estimular acadêmicos, docentes, profissionais, estudiosos e pesquisadores para publicações na área. Para tanto, o mesmo traz a importância do gestor ao lidar com as modificações dos cenários que estão cada vez mais competitivos e dinâmicos, nos quais as instituições devem buscar novos modos de agir e se inspirar. Os autores acreditam que a iniciativa favorece diálogos sobre a temática “Gestão, Inovação, Conhecimento”, além de trazer respostas para distintas lacunas hoje existentes que poderiam ser reduzidas, caso existissem mais políticas, planos, programas e diálogos sobre o assunto.

O Prof. Dr. Hamilton Vale fala da relevância da publicação nessa área e ressalta: “em uma sociedade tecnológica como a nossa, onde as informações devem vencer os obstáculos das distâncias físicas, esta iniciativa de publicação, transmite à comunidade técnico-científica o conhecimento de novas descobertas, e o desenvolvimento de novos materiais, técnicas e métodos de análise nas diversas áreas da ciência. Melhorando ainda a rede de parcerias e publicações, influenciando muito provavelmente na troca de informações e com isso, auxiliando na mudança de uma realidade emergente, apontando cada vez mais caminhos para aproximar a realidade das empresas. Dessa forma, ampliando as perspectivas de Gestão, Inovação, Conhecimento favorece sem dúvidas, a transferência do conhecimento da mente dos geradores para as pessoas que o utilizam na execução da estratégia da empresa”, salientou.

O artigo foi publicado no Volume 4, Nº 1-2019, e pode ser acessado no link: regmpe.com.br/volume-4-n1-20193.