A Faculdade Alencarina (FAL) realizou, no dia 26 de junho, a entrega de certificados aos estudantes e colaboradores da instituição que participaram do Curso de Nivelamento em Português Instrumental. O momento aconteceu no hall da instituição, na presença do coordenador e Prof. Dr. Marcus Pinto, e dos professores Valéria Abreu, Ricardo Miranda e Vânia Pontes, do curso de Direito.

O curso ocorreu durante o semestre letivo 2019.1 e foi ministrado pelo prof. Me. Francisco Ricardo Miranda Pinto, do curso de Direito, e oferecido de forma gratuita com o objetivo de capacitar estudantes ingressantes que demonstrem dificuldades de aprendizagem ou deficiências de conteúdos básicos necessários para o desenvolvimento de competências e habilidades, permitindo que ele possa continuar seus estudos de maneira eficaz.

De acordo com prof. Me. Ricardo Mirando, o programa marca um dos diferenciais da formação educacional da FAL. “A realidade do espaço universitário e das instituições exige adequações e adaptações que possam atender à necessidade do ingressante à vida universitária de forma a contribuir com a sua evolução, no domínio das competências e habilidades de leitura e escrita e este caminhar se inicia, geralmente, com a oferta de cursos de Nivelamento em Língua Portuguesa, trilha que os cursos da FAL optaram por seguir para dinamizar a formação dos futuros profissionais e dos colaboradores do corpo técnico administrativo da instituição”, afirmou.

Para Maria Dilene Vasconcelos Amorim, estudante do curso de Direito, “no curso de português instrumental aprendemos com o professor Ricardo a interpretar os textos, compreendê-los, e desenvolver trabalhos acadêmicos como resenhas, artigos e mapas mentais. As aulas eram sempre descontraídas, onde pudemos tirar dúvidas com um professor excelente, que ensina de maneira simples e clara”, ressaltou.

Segundo os organizadores, o curso faz parte do Programa Institucional de Nivelamento da FAL, com programação de atividades semestrais e foi concebido a partir das primeiras percepções docentes com relação à necessidade dos acadêmicos de ter um maior desenvolvimento em leitura e compreensão de textos.