Inaugurado na última sexta-feira (24), o novo Complexo Laboratorial de Enfermagem e Fisioterapia da Faculdade Alencarina de Sobral (FAL) irá proporcionar um melhor aprendizado aos estudantes dos cursos, contribuindo com as práticas exigidas nas profissões, além de ser um diferencial positivo na formação acadêmica.

O novo complexo possui seis laboratórios: o Multifuncional – Microscopia, Anatomia Morfofuncional, de Informática, Laboratório Multifuncional – Fisiologia, Bioquímica, Biologia Molecular, Biologia Celular e Farmacologia, Multifuncional – Imunologia e Microbiologia e Laboratórios de Habilidades de Enfermagem e Fisioterapia. Com uma estrutura modernizada, conta com equipamentos especializados, ambiente climatizado, sala de Coordenação de Laboratórios e armários para uso dos alunos durante as aulas práticas. O funcionamento se enquadra nos critérios de risco específico, de acordo com as Normas de Biossegurança de cada ambiente.

“Os laboratórios da FAL têm por finalidade o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes no âmbito do Ensino, da Pesquisa e da Extensão, por meio de atividades práticas que possibilitam a apreensão dos conteúdos didáticos, respeitadas as especificidades de cada laboratório. A utilização dos laboratórios está condicionada à presença de um técnico com formação específica em laboratórios para monitorar e apoiar as atividades desenvolvidas, assim como orientação prática pelos professores das disciplinas dos cursos de Enfermagem e Fisioterapia”, destacou a coordenadora do curso de Enfermagem, Dra. Roberlandia Lopes.

O estudante do curso de Enfermagem, Francisco Silva, relatou sua experiência com o equipamento logo no primeiro dia. “Fiquei muito surpreso em ver a estrutura. Só material de ponta. E fora que há todo o cuidado desde a entrada do aluno até o manuseio com as peças. Os professores são preparados, cito também o corpo técnico que está presente, acompanhando nossas práticas. Tudo isso contribui muito para nossas aulas práticas e para o desenvolvimento na área da saúde de qualidade”, contou.

Sobre os Laboratórios Didáticos:

1 – Laboratório Multifuncional – Microscopia: empregado no estudo e na leitura de lâminas histológicas, citológicas, patológicas, microbiológicas, parasitológicas e de cortes de plantas através de microscópios ópticos.

2 – Laboratório de Anatomia Morfofuncional: voltado para o estudo prático das diversas estruturas anatômicas. Nele, o estudante tem acesso a modelos anatômicos virtuais e de resina, bem como a livros-texto e atlas de Anatomia.

3 – Laboratório de Informática: para aulas práticas que utilizam softwares que substituem modelos biológicos, para atividades de busca bibliográfica em metodologia do trabalho científico.

4 – Laboratório Multifuncional – Fisiologia, Bioquímica, Biologia molecular, Biologia celular e Farmacologia: tem objetivo de favorecer o aprendizado dos estudantes através de práticas que objetivam caracterizar os princípios biológicos dos diversos sistemas do corpo humano. Empregado para medir e expressar quimicamente as variações normais e patológicas que ocorrem nos seres vivos.

5 – Laboratório Multifuncional – Imunologia e Microbiologia: para realização de testes sorológicos e para o estudo de agentes infecciosos que causam patologias no homem e nos animais.

6 – Laboratórios de Habilidades de Enfermagem e Fisioterapia: destinam-se ao treinamento de semiotécnica cardiovascular, respiratória e abdominal. Dispõem também de modelos para o treinamento de habilidades e sistematização da assistência de Enfermagem.