Na última quarta-feira (26), o curso de Serviço Social da Faculdade Alencarina (FAL) realizou o II Fórum de Estágios Supervisionados, no auditório da instituição. Na ocasião, foram apresentados relatos de experiências de acadêmicos que estão inseridos em campos de estágio.

Segundo a coordenadora do curso de Serviço Social da FAL, Profa. Ma. Cláudia Costa, “o estágio supervisionado objetiva capacitar o aluno para o exercício profissional, por meio da realização das mediações entre o conhecimento apreendido na formação acadêmica e a realidade social. No estágio, exercita-se o conhecimento da realidade institucional, a problematização teórico-metodológica, a elaboração e implementação do plano de intervenção do estagiário, articulado à discussão teórico-metodológica e à utilização do instrumental técnico-operativo do Serviço Social, pertinente ao campo específico da ação”, destacou.

A FAL possui 22 (vinte e dois) campos de estágio conveniados, garantindo assim a oportunidade para que o estudante do curso de Serviço Social fortaleça a sua formação profissional integrando teoria e prática profissional.

Para o supervisor de estágio e assistente social do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Meruoca, Carlos Silva Barbosa, “momentos como este são fundamentais para o fortalecimento de parcerias entre a faculdade e o mercado de trabalho”.

Para o Prof. Esp. Felipe Ferreira, o momento é essencial para o aprendizado. “O fórum de estágio é um momento ímpar na vida dos acadêmicos, uma vez que reúne estagiários, supervisor acadêmico e supervisores de campo, além de aumentar o vínculos entre as três partes, existe uma grande produção de conhecimento”, comentou o professor do curso de Serviço Social da FAL e assistente social da Santa Casa.

Estiveram presentes assistentes sociais e supervisores de campo da Santa Casa de Misericórdia de Sobral, APAE de Sobral, Núcleo de Atendimento e Práticas Integradas (NAPI) do Centro Universitário Inta (UNINTA), Prefeituras Municipais de Meruoca e de Forquilha.